Como escolher o tênis ideal para correr

tênis-para-corrida

Na hora de praticar esportes, temos que nos sentir bem e confortáveis, para termos o melhor aproveitamento possível do exercício.

Não devemos utilizar roupas pesadas para fazer exercícios, lembre-se que esse é um momento que estamos melhorando o nosso condicionamento físico, portanto, devemos nos sentir bem para podermos prosseguir.

Um dos principais acessórios para a prática de qualquer exercício físico, e que muitos não dão a devida atenção, é o tênis. Esse item pode fazer toda a diferença durante as atividades esportivas.

Na hora da corrida, por exemplo, é importante utilizar um tênis confortável e adequado para esse tipo de exercício. Existem cinco tipos de tênis de corrida: estabilidade (stability), perfomenace (performance ou lightweight), trilha (trail), controle de movimento (motion control) e amortecimento (cushion). Você deve escolher o que mais se adapta ao seu gosto e principalmente ao formato de seus pés.

Se atente ao formato de seus pés

como-escolher-tenis-parar-correr

Chato: Pé que tem o formato reto, que encosta quase todo no chão em uma pegada, e apresenta um risco maior de lesões durante as corridas. Pessoas com esse formato de pés tendem também a apresentar maiores riscos de problemas na coluna.

Normal: Com arco normal, é o tipo de pé mais comum e apresenta pisada neutra, com maior facilidade de absorver impacto.

Arco Elevado: Pés com arco elevado apresentam faixa estreita entre o calcanhar e a parte frontal, fazendo com que haja pouco espaço para absorção de impacto.

Pronado: Ocorre quando a pisada é “para dentro”, forçando o dedão para ganhar impulso. A pisada pronada prejudica alguns membros, como os joelhos, quadril e o tornozelo.

Neutro: Pisada normal, totalmente em linha reta. Esta pisada é equilibrada em relação a pronação e supinação, possuindo também um menor risco de lesão.

Supinada: Esta pisada ocorre quando o corredor utiliza somente a parte externa do pé, impulsionando a corrida com o dedinho. O pé toca o solo com a face externa do calcanhar e se mantém na banda externa do pé – a pisada supinada provoca a concentração do peso do corredor nos dedos, e pode causar lesões nos joelhos, costas e nos próprios pés.

Tipos de tênis para corrida

Controle de movimento (motion-control):

São mais pesados, rígidos, duram mais e tem maior estabilidade. São ideais para quem tem grau de pronação acentuado ou pé chato.

Estabilidade (stability):

Esta categoria de tênis tem um solado semi-curvo e maior amortecimento, suporte e durabilidade. São tênis ideais para corredores de peso médio e que não têm probleas sérios de controle de movimento do pé.

Amortecimento (cushion):

Os tênis dessa categoria possuem a sola mais macia, maior amortecimento e menor suporte para quem quer praticar corrida. São construídos com solado curvo ou semi-curvo para estimular o movimento do pé.

Performance (performance ou lightweight):

Esse tipo de tênis possui um solado curvo ou semi-curvo, é leve e geralmente utilizado para competições ou treinos em ritmo mais rápido. Nem todos eles são estáveis, mas são recomendados para corredores rápidos e que procuram um maior amortecimento.

Trilha (trail):

Como o próprio nome já diz, esse tipo de tênis é indicado para quem treina em trilhas e terrenos com lamas. Eles duram mais, e são especialmente produzidos para correr em trilhas, não sendo recomendados para quem vai correr no asfalto.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *